7 desafios (e soluções) da experiência do colaborador

Escrito por Beatrix Valiceli

em 11 de janeiro de 2024

Inscreva-se para receber nossas novidades

Enviaremos novidades, promoções e muito conteúdo educativo todo mês com exclusividade.

Experiência do colaborador | As recentes mudanças no mundo do trabalho alteraram a forma como os empregadores interagem e gerem os seus empregados. Muitas atividades que antes aconteciam presencialmente agora ocorrem remotamente. Na verdade, no local de trabalho de hoje, pode acontecer de você nunca conhecer seu gerente pessoalmente ou interagir apenas virtualmente com seus colegas de trabalho.

Além da mudança para o trabalho remoto ou híbrido, também vimos uma mudança no que os colaboradores esperam dos seus empregadores. Uma pesquisa do Pew Research Center de 2021 descobriu que os baixos salários, a falta de oportunidades de progresso e o sentimento de desrespeito no trabalho foram os principais motivos pelos quais os trabalhadores deixaram seus empregos. No entanto, estas não são as únicas razões pelas quais os colaboradores saem; outras razões refletem mudanças recentes no local de trabalho – por exemplo, não ter flexibilidade para escolher o seu horário de trabalho ou a oportunidade de se mudar.

Para abordar a mudança na relação entre colaborador e empregador, mais departamentos de recursos humanos estão investindo na experiência do colaborador, enfatizando a cultura, o feedback, o desenvolvimento e o bem-estar no local de trabalho.

Experiência do Colaborador

A experiência do colaborador (EX) é a soma de todas as interações e pontos de contato que um colaborador tem com seu empregador, desde o momento em que decide se candidatar a uma vaga até o último dia na empresa. Existem muitos componentes que contribuem para a experiência do colaborador, incluindo o espaço de trabalho físico ou virtual de uma empresa, sua cultura, tecnologia e processos, e as relações interpessoais do colaborador. Até mesmo fatores que impactam a vida doméstica dos colaboradores, como os benefícios que uma empresa oferece, fazem parte da experiência do colaborador.

Uma vez que a experiência do colaborador abrange todos os aspectos da vida profissional de um trabalhador, a responsabilidade de criar uma experiência positiva para o colaborador deve ser partilhada por toda a organização. Ao abraçar uma visão partilhada de uma experiência ideal para os colaboradores – e trabalhar em conjunto para torná-la realidade – todas as partes da organização podem colher os seus benefícios, que incluem redução do desgaste, aumento da produtividade, uma cultura empresarial mais forte e colaboradores mais felizes.

Por que a experiência do colaborador é um desafio?

De acordo com o Bureau of Labor Statistics dos EUA, um recorde de 4 milhões de trabalhadores abandonaram os seus empregos em 2021 – superando o recorde anterior de 3,5 milhões em 2019. Os colaboradores procuram um trabalho que seja mais gratificante, significativo e alinhado com os seus valores.

Ao mesmo tempo, o mercado de trabalho competitivo está a impulsionar a procura de melhores remunerações, benefícios e equilíbrio entre vida pessoal e profissional. O Bureau of Labor Statistics também relatou uma taxa de desemprego de 3,4% em janeiro de 2023 e a adição de mais de 500.000 novos empregos à economia dos Estados Unidos. Isto significa que, com um número recorde de funcionários a abandonar os seus empregos, a concorrência continua acirrada para preencher essas vagas recentemente abertas.

Em suma, se a experiência que os trabalhadores encontram nos seus empregos estiver desalinhada com as suas expectativas, isso causará uma variedade de problemas aos seus empregadores, que podem incluir desgaste dos trabalhadores, perda de produtividade e lucros mais baixos. Os empregadores devem enfrentar estes desafios para proporcionar uma experiência aos colaboradores que ajude a atrair (e reter) o talento necessário para gerir um negócio de sucesso.

 

7 desafios (e soluções) da experiência do colaborador

Para que uma empresa colha os benefícios de uma experiência positiva dos colaboradores, a liderança precisa superar alguns desafios comerciais comuns. Aqui estão sete barreiras que podem impedir sua organização de oferecer a experiência que sua força de trabalho espera.

Desafio 1: Escolher a tecnologia empresarial certa

A nova tecnologia pode proporcionar benefícios comerciais significativos. Mas e se os colaboradores rejeitarem as novas ferramentas ou sentirem que o trabalho adicional que um novo processo exige supera o benefício potencial? A rejeição de novas tecnologias pelos funcionários pode resultar em desperdício de dinheiro e impactar negativamente o moral.

Tecnologia

Para evitar isto, as empresas devem implementar tecnologia que realmente ajude os seus colaboradores a realizar o seu trabalho, a interagir uns com os outros e com o seu trabalho, a serem produtivos e a colaborarem eficazmente. Essas ferramentas devem ser fáceis de usar e de adotar e proporcionar um benefício óbvio de produtividade. A tecnologia também deve ser capaz de integração com outros sistemas internos; isso evita que os funcionários tenham que navegar em diversas plataformas desconectadas e dá aos gerentes uma visão completa da produtividade da força de trabalho.

Necessidades dos colaboradores

Para atingir estes objetivos, os gestores precisam de captar as necessidades dos colaboradores. Já os decisores precisam considerar a sua contribuição juntamente com os requisitos do negócio. As pesquisas podem ajudar a coletar informações sobre as ferramentas de que os funcionários precisam para realizar seu trabalho e avaliar o que esperam das ferramentas que usam atualmente.

A plataforma certa de gestão de capital humano (HCM) pode apoiar as atividades de coleta de dados de uma organização, ao mesmo tempo que oferece uma série de outros benefícios que podem impactar positivamente a experiência do colaborador.

Por exemplo, a cidade de Memphis utiliza uma plataforma HCM baseada em nuvem para consolidar todos os dados dos funcionários em um sistema. Isso torna mais fácil para a equipe de RH analisar as necessidades e tendências dos colaboradores e também implementar pesquisas para avaliar a opinião deles. O sistema também oferece à liderança de RH uma forma centralizada de promover oportunidades de treinamento e ajustar remunerações e benefícios. Desde a implementação do sistema, a cidade de Memphis reportou um aumento de 14% no envolvimento dos funcionários.

Por fim, priorizar ferramentas que ajudem os colaboradores a se conectarem e se comunicarem entre si, podendo ajudá-los a ver os benefícios imediatos das novas tecnologias. A tecnologia para comunicação pode incluir ferramentas de bate-papo em grupo, plataformas de videoconferência e ferramentas de compartilhamento e edição de arquivos baseadas em nuvem. Adotar uma abordagem centrada nos funcionários em relação às novas tecnologias pode melhorar a comunicação, a colaboração e o moral entre as equipes, ao mesmo tempo que ajuda a garantir que as organizações obtenham um forte retorno sobre seus investimentos em tecnologia.

Desafio 2: Criar uma experiência de colaborador para trabalhadores remotos e híbridos

Os colaboradores querem se sentir valorizados e ouvidos. Isto pode ser mais desafiador para os trabalhadores remotos e híbridos que, compreensivelmente, podem sentir-se menos conectados e mais isolados em comparação com o pessoal local.

Além da falta de interação pessoal com os colegas, os dados mostram que os trabalhadores remotos sentem que têm menos probabilidade de serem promovidos. Depois de entrevistar mais de 2.000 adultos nos EUA, a American Staffing Association descobriu que 56% dos colaboradores locais, híbridos e remotos acreditam que os colaboradores que trabalham exclusivamente no escritório têm uma vantagem competitiva sobre os seus colegas totalmente remotos quando se trata de receber aumentos e promoções.

Para apoiar os trabalhadores remotos e híbridos que se sentem desligados das oportunidades que os seus colegas locais desfrutam, é fundamental promover uma comunicação aberta e regular com a liderança. A tecnologia certa pode ajudar os líderes a se conectarem com sua força de trabalho e a construir a confiança que os colaboradores precisam para se sentirem engajados em um ambiente de trabalho remoto ou híbrido.

+Leia também: Home Office – como usar tecnologia para liderar equipes remotas?

Papel da liderança

Os gestores também têm um papel importante a desempenhar. Eles devem manter linhas diretas de comunicação abertas com os membros de sua equipe usando ferramentas como e-mail e plataformas de videoconferência e webconferência. Devem também comunicar a sua disponibilidade ao seu pessoal e promover a utilização da tecnologia de mensagens instantâneas como meio de ligação rápida e fácil. O contacto regular pode ajudar a criar mais confiança entre o pessoal e a gestão e reduzir o potencial de falhas de comunicação. Os gestores também devem adquirir o hábito de reconhecer os esforços e realizações dos trabalhadores remotos, mantendo a equipe atualizada sobre as iniciativas de mudança e promovendo a troca frequente de feedback entre os colaboradores.

+Veja 8 dicas de comunicação para a cultura da sua empresa que separamos aqui!

Os gerentes também podem criar tempo para que os membros de sua equipe se conectem e oferecer apoio emocional para ajudar seus colaboradores a se sentirem menos isolados. As oportunidades de interação social durante o horário de trabalho podem ajudar os membros da equipe a ter um sentimento de pertencimento mais forte. Essas interações e conversas informais sobre tópicos não relacionados ao trabalho podem ocorrer durante os primeiros minutos de uma ligação da equipe, durante um hangout informal da equipe ou em uma festa virtual no escritório. Os gerentes também podem fazer perguntas aos colaboradores sobre qualquer estresse ou preocupação que estejam enfrentando e ter empatia com suas dificuldades. Essas conversas podem revelar insights importantes que podem ajudar a melhorar a experiência dos colaboradores.

Desafio 3: Personalizar as jornadas e o desenvolvimento dos colaboradores

jornada do colaborador dentro de uma organização será diferente para cada pessoa. As experiências dos colaboradores que servem para todos fazem com que as pessoas se sintam ignoradas e subvalorizadas, o que pode diminuir a produtividade e a retenção deles. Compreender o percurso dos seus colaboradores desde o recrutamento até à reforma (e ajudá-los a desenvolver-se e a progredir ao longo do caminho) permite-lhe dar-lhes o apoio de que necessitam para se manterem produtivos e atingirem os seus objetivos.

Para obter informações valiosas sobre o ciclo de vida de cada colaborador e as melhores maneiras de promover seu desenvolvimento em todas as fases, as empresas precisam de tecnologias que possam rastrear cada ponto de contato dos colaboradores e conectar seus os dados a um repositório central. Plataformas avançadas de RH permitem que os colaboradores criem perfis de trabalho pessoais que explicam suas habilidades e competências. Ter essa visão completa de cada colaborador permite que os empregadores forneçam orientação personalizada e uma jornada otimizada do funcionário que promova o desenvolvimento, o avanço e a retenção.

Coletar e responder ao feedback dos colaboradores também é fundamental para que o empregador possa apoiar os membros de sua equipe durante suas jornadas individuais. Embora seja importante capturar todos os pontos de contato que os colaboradores têm com seus empregadores, alguns pontos de contato específicos podem oferecer aos departamentos de RH um feedback valioso que pode influenciar a personalização das jornadas dos colaboradores. Esses incluem

O processo de integração

A integração não apenas dá início ao emprego de um novo contratado, mas também dá aos colaboradores uma impressão duradoura de sua nova empresa. O processo deve permitir que cada colaborador comece a trabalhar rapidamente; isso inclui ajudá-los a concluir tarefas como ativar suas contas de trabalho, assinar e enviar a documentação necessária e configurar sua estação de trabalho de forma rápida e eficiente. Obter feedback dos colaboradores sobre sua experiência de integração pode ajudar as organizações a continuar ajustando o processo e garantir que tenham o suporte certo (tanto humano quanto tecnológico) para causar uma excelente primeira impressão.

Formação para ajudar os colaboradores a satisfazer as necessidades do trabalho atual

Os líderes e gestores de RH devem identificar quais as novas competências que a sua empresa necessita e implementar planos de formação para preencher essas lacunas. Deve sempre haver oportunidades para os colaboradores darem feedback sobre os cursos de treinamento que frequentam.

Avaliações dos funcionários

Ao expandir as avaliações dos colaboradores para incluir oportunidades para eles darem feedback sobre a empresa e seus gestores, as organizações podem reunir insights sobre o que motiva, envolve e retém os trabalhadores – e identificar áreas em que precisam melhorar. Além disso, as autoavaliações podem ajudar os gestores a identificar quais são os seus objetivos individuais para o desenvolvimento de competências e progressão na carreira dentro da empresa, para que possam fornecer um apoio melhor e mais direcionado.

Os trabalhadores devem ter as plataformas certas para partilhar o seu feedback sobre estes pontos de contato – seja através de inquéritos, conversas com os seus gestores ou outros canais – e desenvolver uma jornada do colaborador que se adapte às suas necessidades.

Desafio 4: Melhorar a satisfação dos colaboradores

A competição por mão de obra continua acirrada – e os benefícios dos colaboradores não são suficientes para proporcionar verdadeira satisfação no trabalho. Colaboradores e clientes em potencial são mais propensos a ingressar (e permanecer em) organizações que…

  • Envolva-os em um trabalho satisfatório
  • Promova o equilíbrio entre vida pessoal e profissional
  • Fornecer um caminho claro para o crescimento na carreira
  • Reconheça as conquistas profissionais
  • Responder às suas necessidades profissionais individuais

Os gerentes estão em uma posição única para melhorar a satisfação dos colaboradores. Para ajudar os gestores a cultivar relacionamentos com os seus colaboradores, as organizações precisam dar-lhes uma melhor visibilidade sobre os níveis atuais de satisfação dos funcionários.

Ferramentas & Políticas

Eles podem conseguir isso implementando as ferramentas e políticas corretas. As pesquisas de engajamento dos colaboradores podem oferecer aos gerentes uma medida básica de engajamento e insights sobre o que sua equipe gosta e o que não gosta em seu trabalho. As pesquisas também podem capturar os níveis de satisfação dos trabalhadores em diferentes áreas, como expectativas de gestão, relacionamento com colegas e progressão na carreira. O software de engajamento de colaboradores geralmente oferece ferramentas para configurar pesquisas que podem monitorar regularmente os níveis de satisfação dos colaboradores, analisar seu feedback e ajudar a determinar o que os colaboradores realmente desejam de seu local de trabalho.

eNPS

O departamento de RH também pode criar um processo Net Promoter Score (eNPS) para perguntar periodicamente aos colaboradores qual a probabilidade de eles recomendarem seu empregador a outras pessoas. As respostas estão numa escala de 0 a 10, pelo que os resultados são simples de medir e podem dar aos líderes uma avaliação clara e pontual da lealdade, envolvimento e satisfação dos funcionários. E como as pesquisas eNPS normalmente fazem apenas uma pergunta simples, elas são uma forma eficiente e eficaz de medir regularmente a satisfação dos funcionários e acompanhar tendências ao longo do tempo.

 

Desafio 5: Aumentar a produtividade dos funcionários

Uma experiência excepcional dos colaboradores garante que os trabalhadores desfrutem de seus empregos e de seus gerentes. Além, claro de seus colegas e da empresa para a qual trabalham. Isso incentiva a equipe a se envolver e investir em seu trabalho, o que pode aumentar a produtividade. A gestão é responsabilizada pela produtividade dos colaboradores. O impacto do envolvimento dos colaboradores na produtividade não deve ser esquecido. Uma análise da Harvard Business Review em 2021 descobriu que os colaboradores que estão felizes e satisfeitos no trabalho eram, em média, 31% mais produtivos.

Ferramentas

Mas a produtividade dos funcionários também depende das ferramentas fornecidas pelo empregador. Os empregadores devem fornecer ferramentas de comunicação e gerenciamento de projetos que ajudem os colaboradores a aproveitar ao máximo seu tempo. Essas ferramentas devem ser fáceis de usar e acessar. Isso para que os colaboradores possam adotá-las de forma rápida e completa e começar a usá-las em seu trabalho. Ferramentas de videoconferência acessíveis em computadores e dispositivos móveis podem facilitar uma reunião, por exemplo. Além disso, ferramentas podem contribuir para a colaboração de colaboradores remotos em tempo real. Os aplicativos de mensagens instantâneas entre colaboradores também podem incentivar a comunicação rápida e aumentar a produtividade. As ferramentas de armazenamento e compartilhamento de arquivos baseadas em nuvem podem aumentar a produtividade. Isso pois, reduzem as barreiras de acesso a documentos compartilhados e promovendo a colaboração.

Métricas e Metas

A produtividade da sua força de trabalho pode ser difícil de medir. Os colaboradores trabalham em diferentes tarefas e os níveis de produtividade durante os períodos medidos podem ser influenciados por outros fatores. Exemplos disso são época de férias ou época de impostos. Mas concentrar-se em algumas métricas importantes, como o cumprimento das metas para cada tarefa, a quantidade de trabalho produzido por hora, dia ou mês e o valor da receita produzida, ajudará você a avaliar a produtividade da sua força de trabalho.

 

Desafio 6: Medir o sucesso da sua estratégia de experiência do funcionário

Medir o impacto da sua estratégia de experiência do colaboradores é essencial para compreender sua eficácia. As políticas de medição podem variar de empresa para empresa, mas os principais indicadores de desempenho (KPIs) são usados ​​consistentemente para monitorar o progresso das estratégias de experiência dos colaboradores e melhorar sua eficácia ao longo do tempo.

Antes

O melhor momento para definir os KPIs de experiência do colaborador é antes de lançar uma iniciativa. É essencial estabelecer KPIs básicos para medir o progresso ao longo do tempo. Isso significa coletar dados sobre os níveis existentes de desempenho, engajamento e satisfação para definir uma linha de base precisa. Em seguida, você deve determinar com que frequência coletará novos dados no futuro. E também pensar na tecnologia necessária para acompanhar o progresso em direção às metas estabelecidas de experiência do colaborador e suas métricas associadas.

Durante

Ao determinar uma meta de longo prazo, pode ser útil criar metas provisórias para atingir ao longo do caminho. Por exemplo, uma meta de crescimento de cinco anos pode incluir marcos específicos a serem alcançados a cada ano. Também pode ser benéfico permanecer flexível relativamente a estes objetivos à medida que novos KPIs são recolhidos e calculados. Ajustar metas de métricas ou até mesmo criar pontos de referência adicionais à medida que a empresa cresce e muda também pode ser valioso.

Alguns KPIs comuns incluem o Net Promoter Score do colaborador, e o número de referências internas de emprego recebidas. Outros incluem a taxa de retenção e a taxa de absenteísmo dos colaboradores. As organizações podem medir esses KPIs por meio de um sistema de gestão de recursos humanos. Esse sistema pode armazenar informações e insights sobre métricas relacionadas a taxas de retenção de colaboradores, desempenho, desenvolvimento e muito mais. Pesquisas mais detalhadas que o eNPS podem ajudar a obter informações importantes sobre a satisfação dos colaboradores. Além disso, os grupos focais podem ser ferramentas valiosas, oferecendo um espaço seguro para os trabalhadores partilharem os seus comentários e fazerem perguntas.

Depois

Sem medir o seu impacto, você pode investir muito tempo e esforço em áreas que não ajudam o seu negócio a melhorar. Ser capaz de medir KPIs importantes de experiência dos colaboradores – como satisfação, engajamento e retenção dos colaboradores – pode ajudar a determinar as melhores estratégias para sua empresa.

 

Desafio 7: Abraçar novas tecnologias

As equipas de recursos humanos, muitas vezes de forma injusta, têm a reputação de serem lentas na adaptação às mudanças. Os colaboradores que sentem que os processos e sistemas de RH estão desatualizados ou não respondem podem prejudicar a área de RH. Tudo isso quando os líderes estão genuinamente tentando melhorar a experiência dos colaboradores. Então, como os departamentos de RH podem mudar essa percepção?

Existem muitas ferramentas e abordagens novas que podem ajudar os profissionais de RH a gerenciar melhor suas organizações. Os chatbots, por exemplo, podem ajudar os colaboradores a obter respostas rápidas às principais questões de RH. Isso evita frustrações e promove a conformidade com as políticas e práticas de RH. A análise avançada pode ajudar os profissionais de RH a identificar tendências e desenvolver novas estratégias. Além disso, pode resolver problemas antes que se tornem grandes o suficiente para impactar seus negócios.

No futuro, a aplicação de inteligência artificial aos dados provenientes de inquéritos de envolvimento dos colaboradores será fundamental para ajudar os líderes de RH. As ferramentas serão cartas para a empresa compreender as necessidades e preocupações dos seus colaboradores. Os insights derivados das pesquisas ajudarão o pessoal de RH a identificar funcionários colaboradores e analisar tendências. Além disso, poderão identificar motivadores de engajamento e elaborar estratégias eficazes que garantirão uma melhor experiência dos colaboradores.

+Leia mais como podemos aprender sobre HCM com as Inteligências Artificiais!

Como resolver seus maiores desafios de experiência do colaborador

Os desafios da experiência dos colaboradores existem em todas as organizações. Esses sete são alguns dos mais comuns e todos podem ser resolvidos com as estratégias e tecnologias certas. Melhorar a experiência do colaborador é um imperativo urgente, e não algo que você possa fazer mais tarde. Uma experiência positiva dos colaboradores é um componente crítico de qualquer organização de sucesso. Por isso, deve ser priorizada para garantir que sua equipe tenha o melhor desempenho.

O Oracle Fusion Cloud HCM é uma solução completa de RH na nuvem que pode ajudá-lo a enfrentar esses desafios comuns de experiência dos colaboradores. A solução também auxilia a sua empresa a gerenciar com eficácia sua força de trabalho. Por exemplo, fornece canais de comunicação para que gestores e colaboradores possam trocar feedback regularmente. Além disso, possui ferramentas para lançar pesquisas para capturar o sentimento dos colaboradores. Outro fator é a personalização das experiências dos colaboradores com jornadas e oferecer habilidades e oportunidades de desenvolvimento. E um grande benefício são análises que fornecem insights sobre a força de trabalho. Com esses recursos, sua organização pode resolver os problemas que impedem sua força de trabalho de ter uma experiência excepcional. Além disso, promove uma maior produtividade e satisfação dos colaboradores.

Como defensores da experiência dos colaboradores, os profissionais de RH têm um papel fundamental a desempenhar na resolução destes desafios. Criar uma experiência melhor e mais positiva para os colaboradores beneficia não apenas a eles, mas a empresa como um todo. A produtividade aumenta, os custos diminuem e as pessoas ficam mais felizes e satisfeitas no trabalho.

Perguntas frequentes sobre experiência do funcionário

Quais são os desafios de criar uma ótima experiência para os colaboradores?

Os desafios de criar uma excelente experiência para os colaboradores incluem a implantação das tecnologias certas para mantê-los engajados. Além disso, pode se considerar o gerenciamento ativo das jornadas dos colaboradores. Outro fator é melhorar a satisfação e a produtividade deles e medir o impacto das estratégias de experiência dos colaboradores.

Quais tecnologias podem melhorar a experiência dos colaboradores?

A experiência dos colaboradores pode ser melhorada com ferramentas que promovam a comunicação e a colaboração. Exemplos de ferramentas são videoconferência, plataformas de bate-papo em grupo e ferramentas de compartilhamento e edição de arquivos baseadas na nuvem.

Como podemos definir e medir a experiência dos colaboradores?

A experiência do colaborador pode ser capturada reunindo insights importantes sobre a força de trabalho de uma empresa. Isso pode ser feito por meio de pesquisas automatizadas, análise de pessoas e indicadores-chave de desempenho.

 

Artigo proposto por Alex Chan, Estrategista de Conteúdo da Oracle. +Leia o artigo original aqui!

Quem leu esse artigo também leu esses…

8 dicas de comunicação para a cultura da sua empresa

8 dicas de comunicação para a cultura da sua empresa

Comunicação na cultura organizacional | Todos nós nos comunicamos todos os dias com várias pessoas de várias maneiras. Mas quão eficazes são essas comunicações com os membros das nossas equipes? Eles podem não ser tão eficazes quanto você pensa. Uma pesquisa da...

O futuro da análise de dados e IA para equipes financeiras

O futuro da análise de dados e IA para equipes financeiras

O ritmo das mudanças está se acelerando, e isso já não é surpresa. As melhores mentes da profissão de contabilidade há anos discutem tecnologias emergentes, gestão de talentos e o futuro dos negócios. Embora muitos estivessem atentos, a crise de saúde pública,...